A pensar em ti..., este blog também se escreve em português...!!!


24 de julio de 2010



Devoluciones...




¿Tú... que das cuando recibes...?

Somos dueños de lo que damos, pero nunca de lo que recibimos...

Entonces, de lo que damos somos propietarios y de lo que recibimos simplemente receptores...

Así cada acción que nos afecta es como una carta escrita por el puño ajeno y nosotros sus destinatarios...

¡Y de nosotros depende la calidad de la respuesta...!

He recibido amor en mi vida, de muchas personas..., y siempre he tratado de devolver amor..., aún teniendo la alternativa de la indiferencia o del rechazo..., pero no las he usado..., pues quien busca para dar amor está brindando lo mejor que puede producir de si...

He sido destinatario de odios también..., pero ahí he tratado de retribuir una pausa para entender por qué de ese sentimiento que, involuntario, produje en otro... Y a veces no entiendo...
Pero cada actitud de esas ha servido para analizar mis acciones y entender que cada persona es un ente particular y necesita de mí un trato particular también... y trato de no herirla con acciones que a otros le son indiferentes...

También me han regalado, a lo largo de mi vida, nuevas oportunidades cuando me he equivocado..., por eso yo jamás cierro la puerta a quien quiera volver a mí..., y si la entorno trato que quede entreabierta para que sepan que estoy esperando y, si alguna vez cerré mis puertas, quien me conoce sabe que jamás giré mis llaves en mis cerraduras... y que, si hace un esfuerzo..., podrá encontrarme, adentro..., esperándole...!

Y si de tiempos hablamos...!
He recibido tiempos de quienes consideraron que estar a mi lado estaba bueno..., por eso..., aún las ocupaciones, las urgencias..., el frenesí diario y esta vida acelerada no han logrado que yo no pueda sacar espacios de tiempos de donde no los hay... para dedicarles eso a aquellos que no piden gran cosa, (...o sí...) que es que yo les brinde una parte de mi tiempo..., que es lo mismo que regalarles una parte de mi vida...

Podría yo hablar de tantas cosas que me dan y del intento que hago cada día por devolver, siempre algo mejor...!

A los errores trato de devolver en forma de perdón...

A los rechazos les re-envío aceptación...

A las palabras fuertes e hirientes le alcanza, a veces, mi silencio..., hasta que, ellas, se transforman en disculpas...

Porque no siempre una consecuencia se debe ajustar a la causa...!

Debes saber el valor de devolver una sonrisa a quien transmite amargura...

O ser compañía a quién miente diciendo que quiere estar solo...

O sembrar un consejo a quien se equivoca deliberadamente..., pero sabiendo que solo hay que esperar que el tiempo lo haga fruto...

¡Sí...! Trato cada día de devolver algo mejor de lo que recibo... ¡Trato...!

Y si hay ocasiones en que me he encontrado débil para dar tanto me conformo con sólo “dar”..., hasta que nuevas fuerzas me dejen devolver más...!

Pero le pido a Dios que, de la “fuente” de mi vida, solo brote alivio y frescura, que de ella fluya, cada día, agua nueva y constante para saciar la sed del que se acerca a mí en busca de descanso y amistad...

¡Así como tantas veces yo necesité acudir a la suya...!




Devoluções...


Tu... que dás quando recebes...?

Somos donos do que damos, mas nunca do que recebemos...

Então, do que damos somos proprietários e do que recebemos simplesmente receptores...

Assim, cada acção que nos afecta é como uma carta escrita pelo punho alheio e nós os seus destinatários...

E de nós depende a qualidade da resposta...!

Tenho recebido amor na minha vida, de muitas pessoas..., e sempre tratei de devolver amor..., ainda tendo as alternativas da indiferença ou da recusa..., mas não as usei..., pois quem procura para dar amor está brindando o melhor que pode produzir de si...

Fui destinatário de ódios também..., mas aí tratei de retribuir uma pausa para entender o porquê desse sentimento que, involuntário, produz outro... E, às vezes, não entendo...
Mas cada atitude dessas serviu para analisar as minhas acções e entender que cada pessoa é um ente particular e necessita de mim um trato particular também... e trato de não a ferir com acções que a outros lhes são indiferentes....

Também me ofereceram, ao longo da minha vida, novas oportunidades quando me equivoquei..., por isso eu jamais fecho a porta a quem queira voltar a mim..., e se a encosto trato que fique entreaberta para que saibam que estou esperando e, se alguma vez fechei as minhas portas, quem me conhece sabe que jamais rodei as chaves nas minhas fechaduras... e que, se faz um esforço..., poderá encontrar-me, dentro..., à sua espera...!

E se de tempo falamos...!
Tenho recebido tempo dos que consideraram que estar a meu lado era bom..., por isso..., ainda as ocupações, as urgências..., o frenesim diário e esta vida acelerada não lograram que eu não possa arranjar espaços de tempo de onde não os há... para dedicar-lhes isso àqueles que não pedem grande coisa, (...ou sim ...) que é, que eu lhes brinde uma parte do meu tempo..., que é o mesmo que oferecer-lhes uma parte da minha vida...

Poderia eu falar de tantas coisas que me dão e da tentativa que faço dia-a-dia por devolver, sempre, algo melhor...!

Aos erros trato de devolver em forma de perdão...

Às recusas reenvio-lhes aceitação...

Às palavras duras e ofensivas basta-lhes, às vezes, o meu silêncio..., até que, elas, se transformam em desculpas...

Porque nem sempre uma consequência se deve ajustar à causa...!

Deves saber o valor de devolver um sorriso a quem transmite amargura...

Ou ser companhia a quem mente dizendo que quer estar só...

Ou semear um conselho a quem se equivoca deliberadamente..., mas sabendo que só há que esperar que o tempo o faça fruto...

Sim...! Trato cada dia de devolver algo melhor do que recebo... Trato...!

E se há ocasiões em que me encontrei débil para dar tanto, conformo-me com apenas “dar”..., até que novas forças me deixem devolver mais...!

Mas peço a Deus que, da “fonte” da minha vida, só brote alívio e frescura, que dela flua, dia-a-dia, agua nova e constante para saciar a sede do que se aproxima de mim em busca de descanso e amizade...

Assim como tantas vezes eu necessitei acudir à sua...!




Sergio
24.07.2010



31 comentarios:

  1. Lo mejor que podemos hacer es dar sin necesidad de hacer de ello una devolución.

    Dar sin esperar nada a cambio y saber que quien recibe es feliz por ello.

    Me da mucho placer leerte siempre.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  2. Excelente adorei, devemos fazer sempre o bem sem esperar nada em troca, nos sentiremos bem interiormente e com a satisfação de ter feito alguem feliz. O sentimento de dar é um bálsamo para a nossa alma.
    É sempre um prazer enorme vir visitar o seu cantinho, é um local muito especial, onde o bom gosto e a qualidade estão sempre presentes, iluminando a alma de quem o visita.
    “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”(Madre Teresa de Calcutá)
    Bjs do tamanho do infinito
    Maria

    ResponderEliminar
  3. Es un placer leerte y de puedes hacer bien e mejor sin esperar nada en cambio,<Dios no te olvidara<
    saludos...

    ResponderEliminar
  4. Gracias por compartir estos bellos pensamientos.

    Un abrazo desde Valencia, Montserrat

    ResponderEliminar
  5. é lindo o seu blog e tuas escritas e adoro passar por aqui obrigada pelo seu imenso carinho!!!!!bjs!

    ResponderEliminar
  6. - Amor com amor se paga...
    - É dando que se recebe...
    ... são frases que podem ser vazias ou plenas de significado. Depende de quem as diz com sinceridade, mas depende muito mais de quem as ouve com fé.

    ResponderEliminar
  7. Boa noite Sérgio,
    um texto que desnuda uma boa alma, adorei este momento.

    Beijinhos,
    Ana Martins
    Ave Sem Asas

    ResponderEliminar
  8. Boa Noite!
    Obrigada pela visita...
    Muito bonito e verdadeiro tua mensagem..

    Acredito, também, que preciso dar sem esperar o retorno, Faça sem esperar nada em troca, faça de coração, porque é dando que se recebe!
    Bjus

    ResponderEliminar
  9. Siempre será mejor dar en esta vida...

    Saludos

    Chau

    ResponderEliminar
  10. Lindo texto!
    Alguns acreditam que quando damos amor recebemos o mesmo em troca...mas existem situaçoes em que isso não ocorre...Entao eu acredito no fazer pelo prazer de fazer,pelo querer fazer, sem esperar nada em troca...acho que quando se faz isso se doa com mais vontade...

    ResponderEliminar
  11. Cuando una persona da todo de si mismo, y no se guarda nada , cuando transforma lo malo en bueno para seguir dando, esa actitud tiene un nombre, GENEROSIDAD, y vos amigo sos el más fiel ejemplo.
    Gracias!! un gran abrazo.

    ResponderEliminar
  12. Água fria tu que corres
    debaixo desse pontão
    refresca minhas ideias
    e lava meu coração

    A quem me devolve espinhos
    eu dou pétalas de flores
    dos meus olhos dou as lágrimas
    do meu peito dou amores

    deixo para ti meu amigo
    meu beijinho meu apreço
    e se um os receber
    pois eu sei que te os mereço

    beijinhos de luz e paz

    ResponderEliminar
  13. Hola !!! Hoy te utilicé en mi blog como ya te pedí hace tiempo, puse tu nombre y un enlace a tu blog, corres el peligro de ser visitado por nuevos lectores!!! jejeje. Gracias amigo!!!

    Si tengo a mi Kira, una perrita preciosa de 6 años algo más que ahora me ha cogido Leismania, una enfermedad mortal, pero de momento podemos cuidarla y darle sus medecinas mientras no sufra.
    Es un cielo, y queremos que llegue pronto el bebé para que pueda verla y ojalá un día jueguen juntos!!!.
    Mi bebé nace en Octubre!!

    ResponderEliminar
  14. Hoje venho agradecer seu carinho e
    suas visitas carinhosas aqui no meu espaço, que sempre serão muito bem vindas.Te desejo um Domingo de alegrias e paz!

    Um beijo no coração de cada um de voces... M@ria

    ResponderEliminar
  15. Água da vida,
    saudades que castiga,
    corre ligeira
    para os braços do mar.

    Feliz Domingo com amor & Paz! M@ria

    ResponderEliminar
  16. Lo mejor es dar amor simplemente porque sale de nosotros de nuestros interior sin pedir nada a cambio, con este gesto tan bonito es gratificante ver y sentir lo bien que sienta al que lo recibe ese es nuestra recompensa y felicidad haber contibuido a darle amor cuanto lo necesitaba, apoyo, cariño.
    Primavera

    ResponderEliminar
  17. Hola SErgio! Todos deberíamos aplicarnos más la filosofía de la generosidad, de dar sin esperar nada a cambio. Y es bueno, que lo recordemos a diario, gracias por compartirlo.
    GRacias por acercarte a mi blog. Un saludo!

    ResponderEliminar
  18. gracias. pero mi problema es un poquito ...
    (a muito tempo que nao escrevia espanhol)

    ResponderEliminar
  19. Eso de dar y recibir...es cosa complicada...
    Lo mas deficil es escuchar a otra persona porque nosotros somos tan egocentrico que solo nos escuchamos a nosotros mismo.Creo que dar algo material es mas facil que darnos a nosotros mismos.
    Exelente entrada
    Un beso

    ResponderEliminar
  20. Sergio, meu amigo!
    Devolver um sorriso a quem só nos traz amarguras...

    Fico embevecida com o que escreves e quero e gosto de poder contar sempre com a tua Amizade!

    Uma semana muito boa!!!Bjsss

    ResponderEliminar
  21. Que lindo tudo isso meu querido amigo Sergio.
    Depois de te ler, me veio uma sensação de paz.
    Procuro ao máximo cumprir cada uma das situações citadas por você, mesmo cheia de falhas, estou sempre com o coração aberto para receber meu próximo.

    Quanta sabedoria exala de dentro de ti.
    Me sinto feliz em ser tua amiga, mesmo que seja aqui nesse mundo virtual da blogosfera.

    Beijos com carinho enorme.

    ResponderEliminar
  22. Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.
    Faça com que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo.
    Receba em teus braços o meu pecado de pensar.”

    Clarice Lispector

    Feliz Semana com amor e poesia.
    Beijos de coração prá coração! M@ria

    ResponderEliminar
  23. Olá Sergio!

    Bom dia, um um bonito texto!

    O que dou a toda a gente
    são todos pertences mios
    e por baixo da la puente
    passam los rios

    José.

    ResponderEliminar
  24. Amigo Sérgio!

    Tanta beleza, tanta sensibilidade, tanto amor para dar...
    Identifiquei-me muitíssimo neste texto fabuloso consigo.
    Sempre...mas sempre mesmo é melhor dar do que receber. O sabor é incomparavelmente mais doce.
    Também deixo sempre a porta entreaberta e perdoou tudo e a todos, mesmo os que mais me magoam e entristecem.
    De tanto tentar e muitas vezes falhar... sinto a decepção por meros instantes, mas logo volto a acreditar e a amar.

    Obrigada por estes momentos consigo.
    Grata também pela sua visita ao meu Rau.
    Abraço

    Na casa do Rau

    PS. Amigo, parabéns pelo seu primeiro livro, que seja um best seller!!!
    A capa do mesmo, tem uma foto que me parece muitíssimo ser a da ponte D.Luis na minha cidade natal, Porto.
    Diga-me se é verdade, por favor.

    ResponderEliminar
  25. Olá de novo Sérgio!

    Fiquei encantada com a confirmação das minhas suspeitas quase certezas!
    Essa mesma ponte foi por mim atravessada milhões de vezes.
    Trabalhei 14 anos, como guia, nas Caves do Vinho do Porto, em Gaia.
    Tenho pelo menos três fotos fabulosas que posso enviar.
    Vou ver se no perfil está o e.mail, senão contacte-me - nafer1951@gmail.com

    Abraço

    ResponderEliminar
  26. Olá querido Sérgio.

    Fui dar um pouco de água para as plantas.
    Estavam tudo com sede com fome.

    Agora me sinto melhor

    Te abraço com cuidado.

    ResponderEliminar
  27. HOLA M.A.A.!

    ES LINDO TU TEXTO, COMO SIEMPRE!

    SABES M.A.A., ME HA HECHO REFLEXIONAR...

    COMO TÚ, HE RECIBIDO ODIOS TAMBIÉN... Y CONTIGO ESTOY APRENDIENDO A RETRIBUIR UNA PAUSA PARA ENTENDER POR QUÉ DE ESE SENTIMIENTO...
    NO SIEMPRE LO LOGRO...

    PERO, TAMBIÉN, NO LOGRO APRENDER NUNCA..., PORQUE SIGO DANDO SEGUNDAS..., TERCERAS..., CUARTAS... Y NO SÉ CUANTAS MÁS OPORTUNIDADES...
    QUIZÁS UN DÍA APRENDO..., O NO!!!

    PERO, TRATO CADA DÍA DE DEVOLVER ALGO MEJOR DE LO QUE RECIBO... ¡LO INTENTO...!

    COMO SIEMPRE DIGO..., POR ALGO DEBEMOS ANDAR POR ACÁ, PORQUE PARA DEVOLVER LO MAL QUE RECIBIMOS HARÍA DE NOSOTROS NO IGUAL, PERO PEORES, PORQUE NO DEBEMOS HACER A LOS DEMÁS LO QUE NO NOS GUSTA QUE HAGAN A NOSOTROS...

    SI ESO ME HACE MEJOR... NO LO SÉ, PERO POR LA NOCHE DUERMO CON MI CONCIENCIA MUY TRANQUILA Y ESO PARA MÍ... ES MUY IMPORTANTE...!

    HE APRENDIDO MUCHO CONTIGO... A RETRIBUIR UNA PAUSA... A VER SI LO LOGRO...!!!

    TE DEJO BESOS Y MI CARIÑO DE SIEMPRE...

    ALMA

    ResponderEliminar
  28. O que importa na vida não é o ponto de partida, mas a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher!

    [ Cora Coralina ]

    Feliz dia e beijos prá ti! M@ria

    ResponderEliminar
  29. O que importa na vida não é o ponto de partida, mas a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher!

    [ Cora Coralina ]

    Feliz dia e beijos prá ti! M@ria

    ResponderEliminar
  30. Se é triste sentir saudade,
    muita saudade de alguém,
    maior infelicidade
    é não tê-la de ninguém.

    (Yde Schloenbach Blumenschein)

    Beijos e abraços.....Feliz Noite!

    ResponderEliminar